Home Destaque Sun City é forte competidor para garantir licença de jogo em Macau
< Voltar

Sun City é forte competidor para garantir licença de jogo em Macau

22/05/2019

Compartilhe

O especialista de jogo Grant Govertsen disse durante a 13.ª Global Gaming Expo Asia (G2E Asia), que está sendo realizada em Macau

O especialista de jogo Grant Govertsen disse em entrevista à Lusa, que o Sun City é um forte competidor para garantir uma licença de jogo em Macau no concurso público em 2022.
“Acho que o Sun City vai ter um lugar à mesa e vai ser considerado” e se isso acontecer fará com que que “os jogadores VIPs regressem a Macau”, afirmou o analista da Union Gaming, à margem da 13.ª Global Gaming Expo Asia (G2E Asia), que ocorre em Macau.
Por outro lado, “isso seria mau para os atuais operadores” porque isso iria fazer com que os negócios que agora são feitos por eles passariam a ser feitos pelo Sun City, frisou.
No ano passado, as receitas geradas pelo jogo ‘VIP’ em Macau foram de 166,097 bilhões de patacas (18,029 bilhões de euros), 54,8% do total arrecadado pelos casinos de Macau ao longo de 2018 (32,796 bilhões de euros).
Contudo, as receitas dos casinos em Macau caíram 2,4% no primeiro trimestre deste ano face ao período homólogo de 2018, e em abril caíram 8,3%, de acordo com os últimos dados da Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos (DICJ) de Macau.
Uma das principais razões para a quebra das receitas dos cassinos prende-se com a diminuição da  arrecadação nas salas de grandes apostas, tradicionalmente frequentadas pelos jogadores VIP: no primeiro trimestre deste ano, o jogo ‘VIP’ sofreu uma redução de 13,4%, em relação ao mesmo período do ano passado, no qual tinha atingido 42,95 bilhões de patacas (4,7 bilhões de euros).
O diretor executivo do grupo Sun City anunciou também em entrevista à agência Lusa que pretende concorrer às concessões de novas licenças de jogo em Macau, em 2022.
“Até agora só houve rumores, não há ainda um comentário oficial [por parte do Governo de Macau], mas se houver alguma hipótese de participarmos no concurso público, adorávamos entrar na licitação sobre as concessões”, disse Andrew Lo à Lusa.
O Sun City é a maior empresa do mundo de angariadores de jogadores [‘junkets’] de grandes apostas, com mais de 40% do mercado das apostas VIP na capital mundial do jogo, com 17 salas VIP no território e está presente em todos os grandes operadores na capital mundial do jogo, Melco, MGM, Sociedade de Jogos de Macau (SJM), Galaxy e Wynn.
A 13.ª Global Gaming Expo Asia (G2E Asia), que começou nesta terça-feira (21), é o maior evento de jogo do continente asiático, juntando operadores, jogadores e empresários ligados ao setor, e decorre em Macau até quinta-feira. (
Diário de Notícias – Agência Lusa)