Home Lotérica Resumo da reunião entre a FEBRALOT e a Caixa, tema, jogos
< Voltar

Resumo da reunião entre a FEBRALOT e a Caixa, tema, jogos

28/01/2016

Compartilhe

Em 21 de janeiro de 2016 na sede da Matriz I da Caixa Econômica Federal -SBS Qd4, lote 3/4, 20º andar, sala 01 ocorreu a reunião da COMISSÃO TECNICA DE PRODUTOS LOTÉRICOS da FEBRALOT com a Vice Presidente Interina de Fundos de Governo e Loterias da CAIXA e os executivos Gilson Cesar Pereira Braga SUALO, Iuri Ribeiro Castro, Edilson C. R. Vianna, Raymundo Wilson  dos Santos Oliveira Gerente de Clientes e Negócios e Adriano Lemos Signoretti Gerente Executivo, pela FEBRALOT os membros titulares da comissão José Carlos Paiva, São Paulo; Marco Antônio Kalikowski, Rio Grande do Sul; Aldemar Mascarenhas, Paraná;  Robson Gomes, Pará; Ricardo Amado Costa, Mato Grosso do Sul; Paulo César da Silva, Minas Gerais; Antônio Roberto Stacciarini, Goiás; Roger Benac, Distrito Federa; Maria Luzia Fernandes Alves, Espírito Santo.

Abrindo a reunião a vice-presidência de Fundos de Governo e Loterias, Deusdina dos Reis, reafirmou a importância do negócio loterias para a CAIXA e para o Governo Federal fez um histórico dos acontecimentos desde a Mega Sena concurso nº 1764 e que após a repercussão muito negativa do episódio resolveu a presidência da CAIXA criar o grupo de trabalho denominado SALA DE SITUAÇÕES DE LOTERIAS focado em melhorar as questões pertinentes as loterias federais. Uma das medidas propostas que vem ao encontro do anseio dos lotéricos, é o maior número de informação possível sobre prêmios principais. Uma das propostas é divulgar no próprio site da CAIXA o tipo de prêmios – se foi bolão ou não, apostas de quantos números, local que vendeu o prêmio inclusive com o nome da loja, enfim, maior e melhor informação, que daria mais transparência ao fato aprovado por unanimidade pelos presentes.

Abrindo a reunião a vice-presidência de Fundos de Governo e Loterias, Deusdina dos Reis, reafirmou a importância do negócio loterias para a CAIXA e para o Governo Federal fez um histórico dos acontecimentos desde a Mega Sena concurso nº 1764 e que após a repercussão muito negativa do episódio resolveu a presidência da CAIXA criar o grupo de trabalho denominado SALA DE SITUAÇÕES DE LOTERIAS focado em melhorar as questões pertinentes as loterias federais. Uma das medidas propostas que vem ao encontro do anseio dos lotéricos, é o maior número de informação possível sobre prêmios principais.

Na sequência o Gerente Nacional de Loterias, Edilson Vianna, apresentou planilhas de arrecadação bruta mês a mês (2014/2015), tanto da Mega Sena, quanto de todas as Loterias, com o crescimento no ano foi de 11,5% e embora argumentos contrários a isso estejam sendo fartamente divulgados a analise adequada é: como o produto MEGA representou 46,7% do movimento e tivemos crescimento real em um cenário econômico amplamente desfavorável o setor apresentou resultado positivo. 

Os integrantes da Comissão de Jogos da FEBRALOT pediram para debater a questão da Mega Semana. A CAIXA apresentou estudos comparativos de concursos similares em períodos e principalmente estimativa de prêmios e neste estudo identifica-se crescimento de 23% na arrecadação semanal o que segundo os executivos da CAIXA não pode ser desprezado. A FEBRALOT rebateu alegando saturação, falta de tempo hábil para comercializar bolões de custo mais elevado e principalmente ausência total de divulgação por parte da CAIXA do fato ficando a cargo dos lotéricos suportar a reclamação da “bagunça” por parte dos consumidores. Ficou acordado que a CAIXA fará novo estudo com os mesmos concursos apenas do produto bolão e vai submeter a comissão para então definir se durante o ano teremos seis ou 11 semanas com três sorteios quanto a ausência e falha de divulgação a CAIXA aceitou a crítica e se comprometeu a investir nisso.

A meta de arrecadação para 2016 é de R$ 16,4 bilhões sem considerar a nova loteria instantânea até mesmo porque ela tem previsão apenas para outubro de 2016, a meta segundo eles é ousada no cenário econômico atual, os integrantes da Comissão da FEBRALOT cobraram posição sobre as loterias na internet e nova promessa de voltar ao tema na próxima reunião foi feita a FEBRALOT registrou sua insatisfação e preocupação com isso.

Finalmente teremos uma novidade no portfólio de produtos. A nova QUINA deve ser lançada em 29 de fevereiro e terá as já conhecidas novidades: apostas múltiplas, prêmio para o duque e apostas até 15 dezenas a expectativa para o produto é muito positiva e trará resultado no faturamento sem dúvida.

Sobre a Loteria Federal será com series de 85.000 podendo o lotérico reduzir a cota de sábado em até 20%, solicitamos estudos para serie também menor as quartas – a definir após as pesquisas – as loterias de Natal, Ano Novo solicitamos redução para 100,00 o bilhete.

Cobramos também maior qualidade e quantidade na comunicação dos produtos lotéricos a CAIXA disse que as seguintes ações estão em curso;

        Mídias alternativas além de rádio e TV

        Foco no produto visando vendas e não institucional apenas

        Reformulação do site de loterias

Ficou agenda uma próxima reunião da Comissão Técnica de Produtos Lotéricos para o dia 10 de março de 2016, as 10h, no Edifício Sede da Caixa, Matriz I, 20º andar para dar continuidade aos temas tratados na reunião do dia 21 de janeiro de 2016 e apresentar novas sugestões para a melhoria dos produtos lotéricos.

Atenciosamente,

Roger Benac – Presidente

(Com Imprensa SINCOESP)