Home Loteria Pastor Evangélico foge ao ganhar 31 milhões na Mega-Sena
< Voltar

Pastor Evangélico foge ao ganhar 31 milhões na Mega-Sena

06/03/2015

Compartilhe

Um Pastor evangélico, identificado como Bruno Monteiro Fortuna, da igreja Assembleia de Deus Monte Santo, é o dono do bilhete da aposta feita em Teresópolis (RJ), ele acertou as seis dezenas do concurso 1.480 da Mega-Sena sorteada no dia 27 de março de 2013, e que levou o prêmio de R$ 31.618.202,79. Depois 80 dias ele sacou o dinheiro.

Segundo informou a Caixa, o Pastor fez o saque e afirmou que nunca havia apostado, mas recebeu uma revelação em sonho, em que ele via os números que o fariam prosperar na terra.

Ao acordar, não pensou duas vezes, correu até uma casa lotérica, e fez sua aposta. Ao conferir o resultado do sorteio, a suposta "Revelação" se confirmou.

Os números sorteados foram os mesmos que ele havia apostado: 09 – 14 – 21 – 26 – 36 – 52. Portanto, ele ganhou sozinho o prêmio de mais de R$ 31,6 milhões.

A igreja em Teresópolis está sob os cuidados do segundo dirigente, uma vez que o pastor Bruno Monteiro fugiu com a família. A direção da Assembleia de Deus informou que está providenciando um novo ministro para assumir a direção da igreja e espera que o novo milionário congregue a igreja central da AD.

Membros da igreja acreditam que essa informação de revelação foi um meio que ele usou pra não sujar a imagem diante dos fiéis e atribuir a Deus o prêmio do jogo. Alguns acreditam que o pastor deveria retornar e abençoar os irmãos porque ele sempre cobrava o dízimo, mas ganhou e não deixou um real.

Fiéis acusam pastor de jogar na Mega com o dinheiro da igreja

Membros da Igreja Assembleia de deus vão entrar na Justiça contra o pastor que ganhou R$ 31,6 milhões na Mega-Sena. Segundo os irmãos ele fazia o jogo com o dinheiro dos fiéis e deveria reportar o valor ao grupo de congregado.

A causa está sendo protocolada na Justiça e pede a divisão do valor ou os 10% do valor que ele deveria deixar na Igreja referente ao dízimo. Um a manifestação passiva foi feita em frente da Igreja semana passada.

Em nota a liderança da Igreja informou que esse assunto não tem relação com a Igreja e orienta aos membros a continuarem firme no propósito da salvação e não focarem nisso e que cada um prestará conta a Deus. (SBT Canal)