Home Blog Novela aumentou procura por tratamento de jogadores patológicos
< Voltar

Novela aumentou procura por tratamento de jogadores patológicos

26/10/2017

Compartilhe

A coluna Ancelmo Gois, no O Globo, revela que devido a novela aumentou a procura por tratamento na Santa Casa do Rio

Sob o título ‘Efeito Gloria Perez’ a coluna Ancelmo Gois, no O Globo, revela nesta quarta-feira (26) que antes do início de “A força do querer”, o sucesso de Gloria Perez que terminou sexta passada, a Santa Casa do Rio recebia uma ligação por mês, se tanto, de alguém buscando tratamento para jogo patológico, o vício na jogatina. Agora, depois do drama vivido na telinha por Silvana (Lilia Cabral), o hospital recebe de duas a três ligações por semana.

‘O vício da jogatina’

Na última segunda-feira (23), o colunista também tinha informado sobre outro comportamento problemático com uma modalidade até então considerada inofensiva e que envolve crianças e adolescentes.

“Sabe as máquinas de bichinhos de pelúcia que a criançada vivia tentando pegar um com um gancho mecânico? Num shopping do Recreio a “pescaria” é com iPhones, tablets e jogos. Dez partidas saem por R$ 50. Dia destes, a mãe de um adolescente reclamava que o filho fica em casa enlouquecido atrás de dinheiro para jogar. Ele já teria perdido R$ 1 mil na máquina”.

Comento

As notas comprovam que independente da condição do jogo: legal ou ilegal já existem os jogadores patológicos no país. Quem são? Onde vivem? O que fazem? Como trata-los? Infelizmente, no país do jogo proibido não existe uma política pública para o tratamento destes jogadores patológicos.

Com toda tecnologia disponível, um smartphone ou um tablet podem ser transformados em uma plataforma que permite ao brasileiro jogar qualquer modalidade de apostas no país de sua preferência, inclusive no Brasil.

Comento I

Jogatina é o cacete!!!