Home Destaque Lotéricas de bairros de São Gonçalo são fechadas
< Voltar

,

Lotéricas de bairros de São Gonçalo são fechadas

08/08/2018

Compartilhe

Lojas do Rocha (acima), Trindade, Pacheco, Coelho, Jardim Catarina e Porto da Pedra foram fechadas

Pelo menos, seis lotéricas fecharam em São Gonçalo nos últimos meses. Sem qualquer explicação oficial por parte da Caixa Econômica ou de proprietários, moradores da Trindade, Rocha, Porto da Pedra, Pacheco, Coelho e Jardim Catarina ficaram sem os serviços. As lotéricas, além de apostas, também funcionavam como extensão da Caixa Econômica Federal, recebendo pagamentos de contas e de prestações, saques de contas correntes e de benefícios sociais, além de depósitos, consultas de saldos e até recarga de celular pré-pago.

As últimas unidades a interromperem suas atividades foram as lotéricas do Rocha e Trindade, quando os serviços foram suspensos há três semanas. Segundo moradores, as lojas ficaram inicialmente com sistema inoperante e, logo depois, os proprietários fecharam as agências.

Segundo moradores do local, a informação que circula é que os proprietários estariam com problemas financeiros, relacionados à Caixa. Na Trindade, moradores lamentaram a perda da lotérica, que funcionava há 35 anos no mesmo endereço e fechou no último dia 29. Entretanto, a loja continua alugada e há possibilidade do serviço ser retomado.

“Não temos banco em nosso bairro e a lotérica era o nosso principal canal financeiro. Fui pega de surpresa com esse fechamento. Cheguei aqui para pagar uma conta e encontrei a lotérica fechada. Agora, temos que ir até Nova Cidade ou Alcântara para pagar as contas”, disse a vendedora Maria Pereira, de 52 anos.

Os moradores da Rua José Lourenço de Azevedo, no Rocha, também tiveram a mesma surpresa. “Em minha opinião, a lotérica facilitava muito a vida dos moradores. O fechamento dela prejudicou também o comércio, já que atraía um grande público. Espero que o serviço seja retomado em breve. Na loja em que trabalho, as vendas caíram muito”, disse um comerciário, que pediu para não ser identificado.

No Porto da Pedra, a loteria foi fechada há cinco meses. No local funciona uma farmácia.

“O antigo dono saiu e abriu uma lotérica em um hipermercado. São os moradores que sempre perdem. Agora, os moradores dessa área e do Porto Novo precisam se deslocar para o Centro ou Camarão para fazer seus pagamentos. Nosso bairro é populoso e tem potencial para esse tipo de comércio. É uma pena que isso tenha acontecido”, disse o aposentado Juarez de Souza, 68.

A assessoria de imprensa da Caixa foi procurada, mas não deu retorno até o fechamento desta edição. (O São Gonçalo – Marcela Freitas – Foto: Leonardo Ferraz – RJ)