Home Destaque Idosa aguarda fila de lotérica em cima de mototáxi em RO e foto viraliza nas redes sociais
< Voltar

,

Idosa aguarda fila de lotérica em cima de mototáxi em RO e foto viraliza nas redes sociais

29/04/2019

Compartilhe

Maria Auxiliadora é cadeirante e pediu para mototaxista levá-la em lotérica de Ariquemes. (Foto: Facebook/Reprodução)

A foto de uma idosa em cima de um mototáxi esperando para ser atendida dentro de uma agência lotérica de Ariquemes (RO), viralizou nas redes sociais nesta semana. A imagem foi tirada na última terça-feira (23), em uma lotérica do Setor 6.
Depois de ser publicada e compartilhada milhares de vezes, muitos internautas comentaram sobre o flagra registrado. “Quando faltam cinco minutos para a lotérica fechar”, “Tem que fazer alguma coisa pra diferenciar da concorrência né”, “Eis que você compra a sua primeira moto, não larga nem pra dormir”, disseram alguns usuários.
Mas o que muita gente não sabia é que por trás de toda a brincadeira havia um gesto de solidariedade por parte do mototaxista Cleoval Soares de Figueiredo.
Maria Auxiliadora, a idosa da foto, teve poliomielite na infância e só consegue se locomover através de uma cadeira de rodas motorizada. Mas segundo o mototaxista, a casa da aposentada foi invadida e infratores levaram o carregador da cadeira.
Ao G1, Cleoval Soares contou que a idosa estava com dois meses da aposentadoria atrasada e que não conseguia sair de casa, porque a cadeira estava descarregada. Foi quando o viu passando na rua e o chamou.
“Eu estava com um passageiro que desceu em frente a casa dela, ela estava na cadeira de rodas, na área da casa. Aí ela me perguntou se tinha como levá-la em uma agência bancária e de início eu falei que seria difícil, mas ela disse que dava um jeito de subir na moto e então aceitei fazer a corrida”, explicou Cleoval.
Com a ajuda do mototaxista, Maria conseguiu subir no veículo e então foram rumo à agência bancária. Mas durante o caminho, a passageira disse para levá-la na lotérica, pois lá seria mais fácil para ser atendida.
Ao chegar na frente da lotérica, Cleoval explicou a situação ao segurança do local, o qual disse que não seria possível entrar na agência com a moto. Depois de alguns minutos, o segurança chamou a gerente da lotérica, que foi até o lado fora.
“Ela disse pra esperar lá fora até a vez da idosa ser atendida, que ela era a quinta da fila, e aí teria como entrar. Esperamos cerca de 30 minutos lá fora, até que abriram a porta e entrei, nisso alguém tirou a foto. Mas a idosa não recebeu o dinheiro e começou a reclamar, pois o pagamento estava atrasado”, detalhou Cleoval.
Para tentar resolver o problema, a idosa pediu para que o mototaxista a levasse até o Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia, onde lá pediu a autorização para a vigilante, que também lhe autorizou que entrasse no local para que ela fosse atendida.
“Foram três corridas feitas. Fiquei com ela na garupa por mais de uma hora e meia. Quando a deixei em casa, ela disse que só tinha R$ 20, mas eu disse pra ela ficar tranquila, que o valor seria os das três corridas e que daria R$ 15. Daí ela me agradeceu e disse que teve muita sorte em ter achado um mototáxi que aceitasse fazer o que fiz”, comentou.
Cleoval Soares trabalha no ramo de mototáxi no município há cerca de quatro meses. Declarou estar bastante feliz pelo ato solidário e que até parentes que moram fora, ao ver a foto e identificar que era ele, lhe parabenizaram pela atitude.
“É um sentimento muito bom e gratificante pra gente poder fazer isso, hoje em dia as pessoas só sabem criticar e não enxergam o verdadeiro significado das coisas. Muitas outras pessoas não aceitariam, mas eu me sensibilizei com a história dela, porque vi que ela realmente precisava do transporte para resolver esses problemas”, frisou o mototaxista. (Por Jeferson Carlos, G1 Ariquemes e Vale do Jamari)