MagocomTerça-Feira, 31 de Maio de 2016 Assine o BNLCadastre-se
Blog do editor









Busca

Blog do editor < Voltar

Blog do editor

Magnho José

 

Folha de São Paulo debate legalização dos jogos 30/05/2016 15:09:45

Como em outras oportunidades, o processo de legalização do jogo é formado por várias etapas e, neste momento, estamos vivenciando a fase do debate na mídia. Os grandes veículos de comunicação, que praticam o bom jornalismo, estão garantindo espaço para as manifestações favoráveis e contrárias.

A Folha de São Paulo, que prima pela isenção, veiculou na editoria de opinião ‘Tendências/Debates’ dois artigos na edição deste sábado (28), sendo um contrário sob o título ‘Cartas marcadas’ de autoria do procurador da República José Augusto Simões Vagos e um favorável sob o título ‘Uma aposta no Brasil’ do senador Ciro Nogueira, autor do PLS 168/14, que legaliza o jogo no Brasil.

Segundo Vagos, “uma vez liberada a jogatina, certamente os grupos criminosos de sempre irão mais uma vez afastar empreendedores sérios e imprimir suas práticas ilícitas”. Já o senador Ciro Nogueira destaca que “a legalização, defendida em projeto de minha autoria, poderia fazer o Brasil arrecadar pelo menos R$ 15 bilhões por ano”.

MP sugere melhores práticas

Mas neste debate do Tendências/Debates da Folha, o que chamou a atenção foi a opinião do representante do Ministério Público.  

Segundo Vagos “as coisas mudaram nos últimos 14 anos. A atividade clandestina foi asfixiada por operações policiais em quase todos os Estados da Federação. Como as apreensões dão prejuízo - é caro investir em caça-níqueis -, o melhor negócio para o contraventor passou a ser brigar pela legalidade”. Não é verdade, pois a atividade não asfixiada pelos órgãos coatores. Pelo contrário, o jogo clandestino foi ampliado e passou a arrecadar mais do que o período em que estava legalizado.

Mas a manifestação do combativo representante do Ministério Público tem um dado importante, pois Vagos admite que o jogo será legalizado e sugere mecanismos para que esta atividade seja operada dentro dos padrões internacionais quando afirma que “para a discussão desse tema deveriam ser agregados os mais expressivos atores sociais, tendo por pressuposto uma proposta minimamente séria, que adotasse exemplos de países que conseguiram impor o seu papel de regulador e fiscalizador do jogo responsável, com medidas eficazes para afastar da exploração elementos indesejáveis, além de prevenir fraudes e lavagem de dinheiro”.

[13] Comentários

Ciro Nogueira divulga artigo defendendo legalização de jogos de azar 30/05/2016 15:08:33

Artigo do senador Ciro Nogueira na Folha de São Paulo demonstra total apoio à legalização dos jogos de azar no Brasil

Um artigo do senador Ciro Nogueira (PP) foi publicado neste sábado (28) na  site da Folha de São Paulo, em que ele demonstra total apoio à legalização dos jogos de azar no Brasil. Ele afirma que vale a pena apostar no projeto sobre a regularização dos jogos, como o jogo do bicho, o bingo e os existentes nos cassinos, que está em tramitação no Congresso.

Ciro é o autor do projeto de lei sobre a exploração de jogos de azar no país que tramita no Senado.

Ele argumenta que os jogos, na realidade, já existem e não vão parar de acontecer, só que na clandestinidade, e que a legalização vai beneficiar a economia, com a arrecadação de impostos. Para ele, outra vantagem é manutenção da riqueza gerada por esse segmento dentro de nossas fronteiras.  (Cidade Verde – PI)

[0] Comentários

Secretários de turismo querem a legalização dos cassinos no Brasil 30/05/2016 15:07:06

Durante o encontro, representantes do Fornatur entregaram ao ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves um documento com algumas pautas prioritárias do setor como a flexibilização de vistos para turistas estrangeiros e legalização de jogos

A legalização dos cassinos e a desburocratização dos vistos para turistas da China, Japão, Estados Unidos e Europa foi tema de reivindicação durante um encontro do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), realizada na terça-feira (24), no auditório da Fecomércio, em Brasília (DF). O pedido foi feito por integrantes do Fornatur – Fórum Nacional do Turismo.

O evento contou com a presença do ministro Henrique Eduardo Alves que falou sobre a importância da Casa Brasil, espaço do Governo Federal que será montado no Píer Mauá durante o período da competição, para mostrar as belezas do país.

Durante a reunião, o secretário de Turismo da Bahia, Nelson Pelegrino, deu ênfase ao caráter emergencial das medidas aprovadas no âmbito do fórum. “As propostas reunidas na carta compõem uma estratégia imediata para impulsionar o desenvolvimento do setor, reconhecido por sua força no incremento da economia e geração empregos”, disse.

Os secretários do Turismo também reivindicam a instalação da Casa Brasil, para permitir que todos os estados participem das Olimpíadas, campanha de promoção internacional do Brasil nos principais destinos emissores, e incentivo à aviação regional. “Estamos preparados para o diálogo com o Ministério do Turismo, a fim de estabelecermos as prioridades”, concluiu Pelegrino.

[0] Comentários

CAIXA lança site com estatísticas sobre desempenho de times de futebol 30/05/2016 15:06:22

Informações vão ajudar quem quiser saber o que está acontecendo nas competições para apostar na Loteca e Lotogol

A CAIXA lançou uma página no site de Loterias com estatísticas sobre o desempenho de times de futebol em competições no Brasil e no mundo. As informações vão ajudar quem quiser saber tudo o que está acontecendo no mundo do esporte bretão para apostar na Loteca e Lotogol. No site, o apostador acessa dados sobre competições e times de futebol em todo mundo, resultados dos partidas, análise dos confrontos, rendimento dos clubes, o histórico das jogos, maiores goleadores, cronograma, tabelas e outras informações.

A vice-presidente interina de Fundos de Governo e Loterias, Deusdina dos Reis Pereira, destaca que a nova ferramenta eleva a atratividade das loterias. “Essas ações são imprescindíveis na busca da superação dos desafios que o segmento lotérico apresenta, em especial o de diversificar o portfólio de produtos, de aumentar a atratividade das loterias e de ofertar mais conveniência e comodidade aos apostadores.”

Para visitar o novo espaço, ao acessar a página da Loteca ou Lotogol no site da CAIXA, o apostador deve clicar na opção “Estatísticas”, localizada na barra de opções antes do resultado apresentado para o último concurso. Em seguida, o apostador deve clicar em “Acesse agora”. (Agência Caixa de Notícias)

[0] Comentários

Jogos Santa Casa chegam ao telefone celular 30/05/2016 15:05:13

Já era possível apostar nas diferentes opções dos Jogos Santa Casa através do seu site mas, agora, é possível fazê-lo com recurso a uma aplicação para o telefone celular. A App dos Jogos Santa Casa permite apostar e consultar a dezenas sorteadas e os resultados dos jogos sociais do Estado, sendo que é garantida a integridade e segurança de todas as operações.

O lançamento do aplicativo móvel está online com a estratégia de modernização e evolução tecnológica dos Jogos Santa Casa, segundo explicado em comunicado. “Este novo canal surge em resposta aos inúmeros pedidos dos atuais apostadores e do Portal Jogos Santa Casa.”

Numa primeira fase, o aplicativo permite apostar apenas no Euromilhões, Totoloto e Joker, ainda que seja possível consultar as chaves dos restantes jogos. Exceção feita ao Placard que já tem aplicativo próprio e que, por isso, não será integrado.

Para apoiar a divulgação do novo App dos Jogos Santa Casa está sendo desenvolvida uma campanha publicitária apoiada na seguinte mensagem: “A sorte não escolhe momento”. O objetivo é destacar a comodidade da nova ferramenta. (Marketeer.pt - Portugal)

[0] Comentários

EUA: Convidado inusitado aparece na pista de Delta Downs 30/05/2016 15:04:31

Um jacaré entrou na pista de areia encharcada e fez um passeio

Na reunião do dia 20 de maio no Hipódromo de Delta Downs, nos Estados Unidos, mais precisamente no terceiro páreo do dia, a pista de areia do hipódromo teve um convidado em sua pista.

Um jacaré entrou na pista de areia encharcada e fez um passeio por ali. Não é a primeira vez que isso acontece. Em 2013, aconteceu a mesma coisa, mas os funcionários do hipódromo viram o animal entrando e tiveram tempo de conter o jacaré antes de entrar na pista. Agora, o jacaré entrou e deu um passei na pista, enquanto os animais do terceiro páreo iam para o partidor.  Clique aqui e assista o vídeo. (Raia Leve – Luiz Melão)

[0] Comentários

‘Juegos Miami’ será um evento com muitas inovações 30/05/2016 15:03:34

Os ‘Juegos Miami’ obedecem os mesmos princípios de ICE e está sendo organizado numa parceria Clarion UK e Urban Expositions (US)
Começa nesta terça-feira o ‘Juegos Miami’, que será realizado no 'The Biltmore' Coral Gables, em Miami, Flórida, EUA.   

Os ‘Juegos Miami’ obedecem os mesmos princípios de ICE e está sendo organizado numa parceria Clarion UK e Urban Expositions (US). A Clarion é produtora da ICE e a Urban Expositions produz a NIGA.

O evento tem como conceito quatro vertentes

01. Academias Totally Gaming

Oferecem cursos de quatro dias cada (slot academy, online business management, apostas esportivas, AML). Consulta ao programa educativo completo.

02. Comercial

Não será exatamente um trade show ou uma feira, mas os expositores terão escolha entre os pacotes de estande single ou duplo, ou seja, exemplo: compra stand 4x4 ou 8x4, inclui alimentação, acomodação, produção do estande, espaço para showcase e reuniões. Os expositores não têm o custo de logística ou budget adicional para hotel, alimentação, entre outras despesas e evita a possibilidade de uma empresa dominar o evento com grandes estandes. Consulta a lista de Expositores.

03. Conferência

O conteúdo será um ponto essencial nos ‘Juegos Miami’. O evento será focado na América Latina e Caribe e dedicado a reguladores, entidades associadas a indústria ou operadores com 'decision making level’. Os provedores não serão permitidos a não ser que sejam palestrantes. A Clarion vai oferecer em Miami o acesso a experiência internacional, debates sobre os problemas regionais com uma perspectiva internacional e acesso aos operadores da região a oportunidade de brainstorm com peritos que só teriam acesso a grandes feiras. Consulta a lista completa de conferencista.
04. Reuniões pre-agendadas
Possibilidade de negócios, num ambiente pessoal e personalizado. Todos os participantes receberão detalhes para selecionar suas preferências e o serviço de concierge dos          ‘Juegos Miami’ para facilitar o pre-agendamento das reuniões pretendidas. A ideia será dar a oportunidade a todos de participar da série de conferencias e completar com as reuniões exclusivas.  Para mais informações e inscrições acesse o site do ‘Juegos Miami’. O evento tem o apoio do BNLData.  

[0] Comentários

Painel da Folha de São Paulo revela que Alves deseja legalizar apenas cassinos 27/05/2016 13:51:23

A coluna Painel da Folha de São Paulo desta quinta-feira (25) revela que o Ministro do Turismo, Henrique Alves, buscou o apoio da Procuradoria-Geral da República para a legalização apenas dos cassinos, e não de todos os jogos como vem sendo discutido no Congresso Nacional.

***

Inimigo íntimo

Henrique Alves, ministro do Turismo, tenta o apoio da Procuradoria-Geral da República, que o investiga na Lava Jato, para a legalização dos jogos de azar.

Bingo de cartela

Alves apresentou ao procurador Rodrigo Janot um projeto mais light do que o discutido no Congresso — com legalização apenas de cassinos, e não de todos os jogos. Espera retorno para retomar as discussões no ministério. (Painel - Natuza Nery - Folha de São Paulo)

[20] Comentários

Jornal O Povo de Fortaleza debate legalização 27/05/2016 13:50:17

O jornal O Povo de Fortaleza (CE) debate legalização através da editoria ‘Confronto das Ideias’ com a veiculação de dois artigos, sendo que o artigo favorável é do presidente do Instituto Brasileiro Jogo Legal – IJL e editor do BNL, Magnho José e a manifestação contrária é do coordenador do Movimento Brasil sem Azar, Paulo Fernando Melo, que é servidor de cargo comissionado no gabinete do senador Magno Malta. 

Confira os textos abaixo. Também é possível comentar os textos na página da editoria no jornal O Povo. 

Confronto das Ideias
Ministros do presidente em exercício Michel Temer propõem a legalização de jogos de azar, como bingo, cassino e jogo do bicho. A ideia é aumentar a arrecadação do Governo. O jogo deve ser liberado no Brasil? (O Povo – Confronto das Ideias)

***

SIM

Magnho José - Jornalista especializado em loterias e apostas, presidente do Instituto Brasileiro Jogo Legal (IJL) e professor do curso de pós-graduação da Universidade Candido Mendes (RJ) (magnhojose@gmail.com)

***

Apesar do monumental atraso histórico, o Instituto Brasileiro Jogo Legal (IJL) ficou entusiasmado com a possibilidade de regulamentação do jogo para que os recursos advindos desta atividade sejam utilizados como alternativa a novos tributos. O mercado clandestino do jogo no País movimenta quase R$ 20 bilhões por ano contra os R$ 14 bilhões do jogo legal. Além disso, mais de 20 milhões de brasileiros jogam todos os dias no ‘brasileiríssimo’ jogo do bicho.

Estudos indicam que, além do ganho com tributos e investimentos que podem chegar a R$ 20 bilhões anuais, seriam formalizados 450 mil empregos do jogo do bicho e criados pelo menos mais 100 mil novos postos de trabalho. O Brasil é o maior exportador de jogadores, consumo, dividendos e divisas na área de jogos para países do Mercosul e cidades como Las Vegas.

O argumento de que o jogo legalizado poderia ser propício à lavagem de dinheiro é risível para quem entende do assunto, pois as tecnologias disponíveis coíbem esta prática. Os contrários sempre profetizam que a legalização favoreceria este delito, mas nunca foi explicado como seria esta operação e as respectivas vantagens em lavar dinheiro no jogo.

Sobre patologia, existem políticas bastante eficazes e com resultados comprovados de prevenção e combate à compulsão em jogos. Além das campanhas de esclarecimento sobre o jogo responsável, o conceito mundial de ludopatia vem mudando com introdução do sistema de ‘Autoexclusão’.

A única verdade é que no caso do jogo só temos duas opções: jogo legal ou ilegal. A opção ‘não jogo’ é impossível. O Brasil tem que amadurecer e enfrentar a questão do jogo de forma pragmática, sem o envolvimento de questões de ordem moral ou religiosa. É necessário legalizar e regulamentar o jogo antes de proibi-lo, pois a proibição leva ao jogo clandestino e o jogo clandestino leva à corrupção. Além disso, com o jogo legal ganham Estado e sociedade.
***

NÃO

Paulo Fernando Melo, advogado, coordenador do Movimento Brasil sem Azar (providafamilia@hotmail.com)

O momento político atual traz uma questão crucial: que tipo de país queremos construir? A resposta exige reflexões cuidadosas e, sobretudo, informação. Afinal, a economia combalida, o desemprego e a necessidade de medidas imediatas para retomar o desenvolvimento criaram terreno fértil para propostas oportunistas. É o caso dos projetos de lei que tramitam no Congresso para legalizar a jogatina.

“O setor pode arrecadar cerca de R$ 15 bilhões por ano”, anunciam defensores da ideia, como se tirassem da cartola a solução mágica para tapar o buraco das contas públicas. Na verdade, vendem gato por lebre. Essa previsão de receita é “absolutamente inflada”, alerta o procurador da República Peterson de Paula Pereira, na Nota Técnica 065/2016, do Ministério Público Federal. “Quando os bingos estiveram na legalidade na vigência da Lei Pelé, os valores não chegarem a 1% dessa cifra”, compara, citando a inviabilidade de se controlar a lavagem de dinheiro e a sonegação. “Seria pueril imaginar que a legalização vai acabar com a corrupção que envolve essas atividades.” Comprar esse “gato” sem avaliar a relação custo/benefício é inconsequência. Diz-se que a legalização trará empregos. Mas omite-se quantos deles serão perdidos e quantas famílias se verão destruídas. O jogo tem tanto poder de viciar e arruinar quanto o álcool, a cocaína, o crack e outras drogas. Isso levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a incluir a ludopatia entre as patologias reconhecidas no Código Internacional de Doenças (CID).

Alheias a isso, as propostas não têm pesquisas que apontem benefícios superiores aos custos, que serão pagos pelo cidadão. Nem mecanismos de fiscalização que assegurem a arrecadação. O jogo sempre andou acompanhado do crime. Vale refletir sobre o que diz um especialista no assunto, o ex-secretário da Receita Federal Everardo Maciel: “É uma visão ingênua imaginar que há condições de fiscalizar um setor com tamanha tradição de corrupção”.

[0] Comentários

Caixa terá que privatizar seguros, loterias e cartões para IPO 27/05/2016 13:41:45

Reportagem do O Estado de São Paulo desta sexta-feira (27) informa que além da redução de pessoal, o novo presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, também receberá o desenho de um caminho para a abertura de capital do banco estatal ainda no governo do presidente em exercício Michel Temer.

Para que uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) seja possível daqui a dois anos, o banco estatal teria de privatizar antes três áreas: seguros, loterias e cartões.

[0] Comentários

SINCOESP: 26 de maio - Dia do Lotérico 27/05/2016 13:39:56

O SINCOESP parabeniza toda a Classe Lotérica pelo seu dia!

Que esta data seja o marco para o início de grandes mudanças onde a Categoria, unida, possa alcançar todos os seus desejos.

Que cada profissional deste setor alcance a satisfação em sua atividade, com remuneração justa, qualidade de trabalho e o prazer em servir a população que tanto precisa do seu trabalho.

Mais uma vez, estamos passando por momentos delicados, onde muitas necessidades não estão sendo vistas por nossos gestores, entretanto, isso vai mudar através de nosso trabalho conjunto.

O SINCOESP continua na luta e a Classe pode contar conosco para ir em busca dos nossos direitos e metas. A luta de um é a luta de todos.

VIVA A CLASSE LOTÉRICA, A MAIOR REDE DE ATENDIMENTO NO BRASIL!

[1] Comentários

Contrários se mobilizam e 'Não' cresce na enquete da Época sobre a legalização dos jogos 26/05/2016 20:18:14

Continua a enquete da Revista Época com a com a seguinte pergunta: "O Jogo deve ser liberado no Brasil?" 

Nesta quinta-feira (25), 5.876 pessoas já tinham votado e o placar da enquete era: 3.399 votos para o 'SIM' (57,85%) e 2.477 votos para o 'NÃO' (42,15%). 

Clique aqui vote e comente e reportagem!

 

Está é uma forma de ajudar. Compartilhe e peça aos amigos favoráveis a legalização para participar!

[3] Comentários

O POVO Online: Queremos saber sua opinião! 25/05/2016 20:36:30

As melhores respostas serão publicadas na edição impressa do jornal O POVO desta sexta-feira, 27 (Foto: AFP)

O jornal O Povo de Fortaleza (CE) postou no Facebook a seguinte convocação: “Ministros do presidente em exercício Michel Temer propõem a legalização de jogos de azar, como bingo, cassino e jogo do bicho. A ideia é aumentar a arrecadação do Governo. O jogo deve ser liberado no Brasil?

As melhores respostas serão publicadas na edição impressa do jornal O POVO desta sexta-feira, 27.

O editor desta Coluna e do BNLData estará participando da edição especial com um artigo sobre as vantagens da legalização. Clique aqui e participe.

[5] Comentários

Última oportunidade para inscrição no Juegos Miami 25/05/2016 17:27:50

Os participantes do Juegos Miami representarão todas as formas de jogo - cassino, bingo, pôquer, loteria, apostas, jogos físicos e online

Ainda restam poucas vagas para assistir ao ‘Juegos Miami’, o principal evento para a indústria do jogo latino-americano e do Caribe, que será realizado entre os dias 31 de maio e 3 de junho, no 'The Biltmore' Coral Gables, em Miami, Flórida, EUA.

Os ‘Juegos Miami’ obedecem os mesmos princípios de ICE e está sendo organizado numa parceria Clarion UK e Urban Expositions (US). A Clarion é produtora da ICE e a Urban Expositions produz a NIGA.

Os especialistas internacionais mais relevantes, membros de governos e reguladores da Colômbia, Argentina, Peru, México, Brasil, Panamá, Costa Rica, Uruguai, Paraguai, República Dominicana, Aruba, Venezuela, Porto Rico, Chile, Granada, Antilhas, Antigua e Barbuda, Equador e Honduras, enviarão representantes para Miami.

Desde o Casino e Resort Tropicana Aruba Millionaires, Casino na Colombia, Loteria Nacional de Beneficencia Panama, Groupe Barriere, Hipodromo Argentino de Palermo, Carnival Cruise Lines, Camarero Race Track, Aconcaguapoker e muitos mais. Os participantes representarão todas as formas de jogo - cassino, bingo, pôquer, loteria, apostas, jogos físicos e online. Confira aqui a lista completa.

‘Juegos Miami’ oferece uma oportunidade única de conhecer organizações líderes no mercado para obter as melhores vantagens de um programa de conteúdo de alto nível e participar de um programa "all inclusive", de rede e eventos sociais. Clique aqui para informações e inscrições.

[0] Comentários

Dia do Empresário Lotérico: nossas homenagens... 25/05/2016 17:27:02

Nesta quinta-feira, dia 26 de maio, os empresários lotéricos celebraram a passagem de mais um dia comemorativo da categoria. Em mais um ano, estes empresários não terão grandes motivos para comemorar.

Insegurança, desequilíbrio econômico-financeiro, sistema instável e precário, descaso e relacionamento difícil com o órgão permitente - apesar de serem chamados de parceiros -, têm sido a marca desta categoria.

Além disso, a categoria aprovou um movimento adotado pelos sindicatos contra a Caixa Econômica Federal denominado Mega Semana de Protestos.

Para estes empresários, que diariamente lutam, literalmente, pelo seu negócio e pela própria vida, o BNL parabeniza e deseja sorte!

[0] Comentários

SINLOPAR realiza o 14° Congresso dos Empresários Lotéricos do Paraná 25/05/2016 17:26:30

Para celebrar mais um Dia do Lotérico, o Sindicato dos Lotéricos do Paraná - SINLOPAR estará realizado entre os dias 26 e 29 de maio, no Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention da Cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná.

À Coluna, o presidente do SINLOPAR Aldemar Mascarenhas confirmou que estará promovendo nestes três dias um amplo debate sobre os problemas da categoria e também informou que já estão confirmadas a participação dos seguintes deputados: Luiz Carlos Hauly, Osmar Serraglio (PMDB), Evandro Roman (PSD) e Alfredo Kaefer (PSDB).  

O SINLOPAR disponibilizará transporte (ônibus) com embarque nas cidades de: Apucarana, Arapongas, Curitiba, Londrina, Maringá, Paranavaí e Rolândia.

[0] Comentários

SINCOERGS realiza Encontro nesta quarta-feira 25/05/2016 17:25:54

O Sindicato dos Lotéricos do Rio Grande do Sul – SINCOERGS, convida todos os associados para encontro de comemoração ao Dia do Lotérico, que será realizada nesta quarta-feira (25), às 19h30m na Galeteria Bambino (Av. Senador Tarso Dutra, 1105 – Porto Alegre/RS).  Na oportunidade, a entidade vai tratar sobre o movimento adotado pelos sindicatos contra a Caixa Econômica Federal, denominado Mega Semana de Protestos. Os interessados poderão confirmar a presença pelo e-mail sincoergs@terra.com.br ou fone: 51.3228.0026.

[0] Comentários

Miriam Belchior é exonerada da Caixa e Joaquim de Oliveira assume interinamente 25/05/2016 17:25:15

O vice-presidente de Tecnologia da Informação, Joaquim Lima de Oliveira irá acumular as duas funções; no entanto, ministro da Fazenda não fixou uma data para a escolha de novo titular

O presidente em exercício, Michel Temer, e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, exoneraram Miriam Belchior da presidência da Caixa Econômica Federal e nomearam para ocupar o posto, interinamente, o vice-presidente de Tecnologia da Informação do banco, Joaquim Lima de Oliveira. Oliveira irá acumular as duas funções. Os respectivos decretos de exoneração e nomeação estão publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (25).

Meirelles assumiu o Ministério da Fazenda avisando que iria trocar os presidentes dos bancos oficiais, dentre eles Caixa e Banco do Brasil. O anúncio era esperado para ocorrer na semana passada junto com os nomes dos secretários de sua equipe e a indicação para o comando do Banco Central. No entanto, uma indefinição justamente relacionada à Caixa adiou a divulgação. O ministro não fixou uma data para anunciar os novos titulares.  (O Estado de S. Paulo - Luci Ribeiro) 
***

Meirelles frustra PP e não indica, ao menos por enquanto, Occhi para a Caixa

Desde que Michel Temer assumiu a presidência na condição de interino, no dia 12 de maio, o PP aguarda a nomeação do ex-ministro da Integração Nacional Gilberto Occhi para o cargo de presidente da Caixa Econômica Federal. Só que até agora nada. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, exonerou Miriam Belchior da função e colocou em seu lugar Joaquim Lima de Oliveira, um dos vice-presidentes do banco.

Occhi compareceu à posse de Temer e até concedeu entrevistas em que anunciou as prioridades que daria a sua gestão na Caixa, como a redução da taxa de inadimplência do banco. (Expresso - Murilo Ramos – Época Notícias)

[0] Comentários

CAE cancela reunião deliberativa 25/05/2016 17:24:09

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) cancelou a 14ª reunião deliberativa ordinária que aconteceria nesta terça-feira (24). A comissão tem uma pauta com 14 projetos para serem analisados. Ela deverá voltar a se reunir na próxima terça-feira (31).

Entre as proposições que aguardam votação na Comissão está o PLS 62/2007, de autoria do senador Álvaro Dias (PV-PR), que estabelece instrumentos para evitar que as loterias da Caixa Econômica Federal possam vir a ser utilizadas para ações de "lavagem" de dinheiro.

[0] Comentários

Ministro do Turismo apresenta estudo para legalização de cassinos à PGR 24/05/2016 13:12:02

De acordo com o ministro Henrique Eduardo Alves, Rodrigo Janot ficou de enviar o material para a análise de sua equipe técnica

Em audiência realizada nesta segunda-feira (23) na Procuradoria-Geral da República, o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, apresentou ao procurador-geral, Rodrigo Janot, e ao chefe de gabinete da PGR, Eduardo Pelela, o estudo que vem sendo desenvolvido pelo grupo técnico dos ministérios do Turismo, Planejamento, Fazenda, Casa Civil e Justiça sobre a situação dos cassinos no mundo e a possibilidade de legalização da modalidade no país.

“A atividade dos cassinos está vivenciando uma expansão substancial mundo afora. Muitos governos têm visto os cassinos como uma forma de fomentar e incrementar o turismo, gerar empregos e divisas. Temos um grupo interministerial que vem estudando o assunto profundamente há vários meses, além de acompanhar as discussões no Congresso Nacional. Nossa intenção hoje aqui foi mostrar o estudo para o procurador-geral e ouvir dele as críticas e sugestões para que o processo possa começar a ser examinado dentro do novo governo”, afirmou o ministro do Turismo.

O levantamento realizado pelo grupo revelou que o Brasil está entre os 24% dos países da ONU que não têm o jogo legalizado. O documento apresenta, ainda, sugestões de controle e governança dos jogos, como a criação de uma agência reguladora. De acordo com Henrique Eduardo Alves, Rodrigo Janot ficou de enviar o material para a análise de sua equipe técnica. (Imprensa MinTur)

[10] Comentários

Próxima >>