Home Blog Sincoergs confirma redução das apostas e reclama da restrição à abertura de lotéricas
< Voltar

Sincoergs confirma redução das apostas e reclama da restrição à abertura de lotéricas

25/03/2020

Compartilhe

Presidente do Sincoergs confirma a redução das apostas nas lotéricas devido ao isolamento da população

Apesar de a maior parte das loterias, entre elas a Mega-Sena, não ter sido suspensa, as lotéricas já registram queda nas apostas em função das recomendações à população sobre evitar a circulação nas ruas em meio à pandemia de coronavírus. A tendência é que as apostas presenciais diminuam ainda mais, segundo Marco Antonio Kalikowski, presidente do Sindicato dos Agentes Lotéricos, Correspondentes Bancários, Comissários e Consignatários do Rio Grande do Sul (Sincoergs) em entrevista ao GauchaZH.

Kalikowski explica que o lucro das casas lotéricas varia muito em função da localização do estabelecimento. Em alguns locais, bairros ou cidades, maior parte do lucro vem das loterias. Já em outros, a principal fonte de renda é o pagamento de contas como água, luz, telefone, entre outros.

— O lucro depende muito da região. Há locais onde 60% da renda vem dos serviços e 40%, das loterias. Em outros, é o inverso — explica.

Sobre os serviços, o presidente da categoria reclama da restrição à abertura de lotéricas por causa de decretos municipais e a ausência de dispositivos que estabeleçam normas de funcionamento. Para ele, o fechamento das casas lotéricas pode afetar o pagamento de benefícios como o Bolsa Família, seguro desemprego, além do pagamento de contas, o que redireciona toda demanda para agências da Caixa. Ainda conforme Kalikowski, aproximadamente metade das 130 lotéricas da Capital está fechada.