Home Blog Projeto de Lei avança e Goiás pode ganhar cassinos
< Voltar

Projeto de Lei avança e Goiás pode ganhar cassinos

19/07/2019

Compartilhe

A legalização de todas as modalidades de jogos no Brasil entrou na lista de prioridades no Congresso. O presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, Newton Cardoso Júnior (MDB), entregou um pedido formal ao presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), para que essa proposta seja votada até setembro deste ano.
O Projeto de Lei 442/1991 une cerca de 20 propostas de regulamentação de jogos já existentes no Congresso e vai permitir a implantação de cassinos em várias cidades do Brasil, incluindo aí Goiás. Antes mesmo da aprovação dele, empresários da rede hoteleira já começam a planejar investimentos milionários para construir casas de jogos no Estado e gerar empregos.
“Fizemos um acordo com o Rodrigo Maia de concentrar o foco nesse tema, que consideramos ser fundamental para o desenvolvimento do turismo no Brasil, já que vai aumentar o número de visitantes, a geração de empregos e, consequentemente, a economia do país”, conta o deputado.
O projeto de lei, além da liberação do jogo do bicho, do bingo e das casas de máquinas caça-níquel, prevê que cada estado possa ter até três cassinos, dependendo de sua população. A previsão seria que estados até 15 milhões de habitantes teriam licença para ter um cassino, como é Goiás.
Aparentemente Goiânia não é a mais forte candidata a receber esse estabelecimento. Um artigo de junho de 2016 já referia que Caldas Novas, a capital do turismo termal, estava na “pole position” para lançar mais que uma candidatura e estar pronta a largar quando começar a corrida para essa valiosa licença.
Vários investidores estrangeiros já estariam de olho no potencial da cidade, que poderia virar a verdadeira Las Vegas brasileira. Aliás, alguns desses investidores já estariam, precisamente, ligados a Las Vegas e trariam não só seu dinheiro mas também seu conhecimento da indústria.
Certamente que o cassino não seria o único atrativo da cidade, nesse quesito; a cidade poderia ter também casas de bingo e outros estabelecimentos, dentro do que a lei vier a permitir. (Rio Verde Agora – GO)